Descrição de atividades desempenhadas/risco

Boa tarde,

A informação de atividades desempenhadas e atividades de risco serão enviadas ao eSocial no leiaute 2240 conforme abaixo.

Ambas as informações serão enviadas com base no cadastro pelo menu Tabelas>Gerais>Atividades?

O campo dscAtivDes irá buscar informação desse cadastro também? ou somente o campo codAtiv irá buscar informação desse cadastro?

No cadastro das descrições temos dois campos de vinculo, segue questionamentos:

Não encontramos isso informado na http://documentacao.senior.com.br, teria como adequar e informar esse detalhe, bem como o respectivo leiaute do eSocial?

Aguardamos, obrigado.

2 Curtidas

Bom dia.

Neste caso, onde está configurado para permitir informar as atividades de risco de forma textual e através do cadastro de atividades, serão consideradas as atividades informadas em ambos.
No caso das atividades cadastradas, será considerado para o eSocial a descrição da atividade reduzida e não a descrição detalhada.

2 Curtidas

Thiago, bom dia.

Não ficou claro pra mim, poderia detalhar melhor e especificar?

No campo abaixo, se for preenchido, irá enviar a parte textual para o campo do eSocial (dscAtivDes - leiaute S-2240) questionado?

Outro ponto importante, o limite é de 999 caracteres ou não há limites?

Como há vinculo da tabela 028 no cadastro de atividades (Tabelas>Gerais>Atividades), deve-se cadastrar por esse menu, correto? pois é nela que tem o campo para vinculo da tabela 028 abaixo, mesmo não sendo a atividade insalubre, periculosa ou especial.

E quanto a documentação Senior?

Aguardo com o máximo de detalhes possiveis, pois esse esclarecimento irá apoiar muito todos os clientes, obrigado.

Olá.

Sim, no campo dscAtivDes irá considerar a parte textual também, mas somente referente aos itens de descrição que estiverem informados no PPRA (guia Atividades de Risco).
Referente ao limite, a informação que temos é que o 999 representa que o campo não tem limite.

Referente ao vínculo com a tabela 28, como você comentou atualmente já é possível associar um código da tabela 28 nas atividades cadastradas. Mas, ainda será possível também informar os códigos da tabela relacionando com o texto informado.
Não temos muitos detalhes ainda, pois falta algumas definições, até por isso, também ainda não foi possível liberar muitas informações na documentação sobre isto.

1 Curtida

Ótimo Thiago, muito obrigado, ajuda demais essas informações!!

Uma ultima dúvida para confirmar e deixar claro…

Caso o cliente cadastre a atividade em (Tabelas>Gerais>Atividades), você comentou que pro eSocial somente vai a descrição da atividade reduzida?

  • A descrição detalhada não vai?
  • Então teria que cadastrar ela na parte textual sempre? (considerando itens de descrição que estiverem informados no PPRA (guia Atividades de Risco).

    image
    image.png707x419 3.98 KB

Aguardamos, grato!

Na verdade irá levar a descrição das atividades informadas também , mas no caso será o texto do campo Descrição e não do campo Descrição Detalhada. Na imagem que você colocou acima, o campo que está destacado em amarelo é que será considerado.

Thiago,

Então o cliente terá que usar o campo textual para descrever as atividades em detalhes, correto? Pois o campo “Descrição Detalhada” não será enviado para o eSocial.

Se for assim mesmo, fica ruim pro usuário/cliente, concorda? Pois terá que cadastrar em dois campos/telas diferentes!?
Se fosse possivel cadastrar somente em Tabelas>Gerais>Atividades e depois apenas vincular, será ótimo.

Aguardamos orientações, grato.

Matheus, talvez não entendi direito…

Nós não vamos considerar a descrição detalhada porque o eSocial pede que sejam enviadas as atividades de forma sucinta.

Hoje temos as duas formas de informar as atividades, por texto ou utilizando o cadastro de atividades, mas fica a critério de cada cliente escolher qual forma deseja utilizar. A configuração disto fica pelo campo Atividades de Risco da tela de Configurações de Segurança, Creio que neste cenário que você falou o cliente está utilizando a opção 2, que é justamente para habilitar as duas formas.
Para utilizar apenas as atividades cadastradas em Tabelas>Gerais>Atividades, poderia usar a opção 3 no campo Atividades de Risco da tela de Configurações de Segurança.

image

1 Curtida

Mas Thiago,

Se a descrição detalhada não será considerada, se for só esse campo resumido que falasse, ta incorreto, pois nele há limite de 120 caracteres conforme dicionário de dados abaixo:

Então como fica a informação de “Sem limite”…?

E se for só nesse campo como se fosse um Título, fica muito ruim pro usuário… teria que ser um memorando igual da descrição detalhada…

Ainda está muito confuso isso…:anguished:

Aguardo orientações, obrigado!!

Entendo… mas é que o eSocial mesmo exige que seja enviado cada atividade de uma forma resumida.
Exemplos do eSocial: distribuir panfletos, operar máquina de envase
Então creio que essa descrição da atividade de 120 caracteres deveria ter as descrições desta forma.
A descrição detalhada terá informações que o eSocial não deseja receber.
Lembro que nesse caso cada atividade pode ter 120 caracteres, mas o colaborador pode estar executando “n” atividades, ou seja, se para um colaborador tiver 10 atividades de 120 caracteres ligadas a ele, para o eSocial será enviado um texto com 1200 caracteres.

1 Curtida

Muito obrigado Thiago, agora sim esclareceu!!! Valeu demais!

Thiago, tem alguma posição quanto a informar os códigos utilizando somente o texto, sem o cadastro de atividades?

Thiago, ref. Ao limite, tens como confirmar essa informação, se é realmente sem limite ou se é limitado a 999 caracteres??

No aguardo, grato!!

Ainda existe a possibilidade de utilizar apenas a descrição textual utilizando as opções 1 ou 2 no campo Atividades de Risco da tela de Configurações de Segurança.

@Matheusbf, tentei encontrar informações sobre o assunto e a única informação concreta é que tem o limite de 999 caracteres mesmo. Creio que esta possibilidade de não ter limite neste campo foi apenas especulação.

1 Curtida

Obrigado pela confirmação Thiago!

@tmarques, essa questão de enviar somente a descrição reduzida só gerou complicação para o cliente. Nas empresas que utilizavam PPRA por Local, o que saia no PPP era a descrição detalhada, no PPRA por GHE sai a reduzida. Isso vai OBRIGAR o cliente a um recadastramento. E depois, se o sistema encaminha para o eSocial os itens de descrição definidos pelo cliente, não tem muita justificativa não mandar a descrição detalhada. Principalmente porque não foi criado um campo específico para isso, ou seja, em algum momento vai truncar mesmo. Como o cliente vai ficar sabendo o que foi enviado? No PPP ele pode até ler e arrumar…
E qual a finalidade prática do campo Descrição Detalhada do cadastro de Atividades já que não sai no PPP e não vai para o eSocial?
Obrigada

1 Curtida

Boa tarde @Gisele_Engenho .

Nosso pensamento um usar a descrição é devido ao que pede o eSocial:

“Descrição das atividades, físicas ou mentais, realizadas pelo trabalhador, por força do poder de comando a que se submete. As atividades deverão ser escritas com exatidão, e de forma SUCINTA, com a utilização de verbos no infinitivo impessoal. Exemplos: distribuir panfletos, operar máquina de envase, etc.”

A descrição detalhada serve como informativo para detalhar uma atividade de uma forma bem completa, que é justamente o contrário do que é pedido pelo eSocial. Hoje, o campo do eSocial tem o limite de 999 caracteres, que já não é muito, e caso levasse a descrição detalhada, o limite poderia ser totalmente utilizado com apenas uma atividade.

Não sei se é o caso, mas em casos de clientes que cadastravam uma atividade para um grupo de atividades, sendo que estas eram descritas no campo Descrição Detalhada, realmente será necessário um recadastramento, para que as mesmas sejam cadastradas individualmente.

1 Curtida

Boa tarde @tmarques
Mas isso é uma questão de interpretação. O cliente identifica no título a função a que se refere. E na descrição detalhada agrupa TODAS as atividades, de forma sucinta. O governo liberou 999 posições. Se é para ser sucinto deveria ter UM campo de 999 e o cliente que tratasse de por ali toda a descrição do posto.
O conteúdo do item de descrição por si só já supera os 999 e está sendo considerado, ou não?

1 Curtida

Exatamente Gisele,

Essa é uma questão que eu também questionei via chamado, eles fizeram uma reunião interna entre os analistas de negócio, suporte e desenvolvimento e debateram esse POST aqui do fórum que abri.

Após isso, segue o retorno que obtive até o momento:

Boa tarde Matheus.

Apenas reforçando o que você já comentou em trâmites anteriores. Sim, será realizado a limitação de 999 caracteres na descrição detalhada da atividade para envio ao e-Social. Durante a reunião também salientamos a importância de avisar o cliente quando o mesmo exceder esta quantidade de caracteres, e isso será trabalhado nas próximas versões.

Também questionei outras coisas, assim que tiver retorno, posto aqui.

Abraços.